Cuidados com a pele devem ser redobrados no verão.

Em: News
Cuidados com a pele no verão

Índice

Câncer de pele não melanoma corresponde a 30% dos casos de tumores malignos no Brasil

Chegou a estação mais quente do ano, e os cuidados com a pele devem ser redobrados.  Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o INCA, o câncer de pele não melanoma é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no país, e  apresenta altos percentuais de cura, se for detectado e tratado precocemente.

Mais comum em pessoas com mais de 40 anos, o câncer de pele é raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas. Porém, com a constante exposição de jovens aos raios solares, a média de idade dos pacientes vem diminuindo. Pessoas de pele clara, sensíveis à ação dos raios solares, com história pessoal ou familiar deste câncer ou com doenças cutâneas prévias são as mais atingidas.

O câncer de pele não melanoma apresenta tumores de diferentes tipos. Os mais frequentes são o carcinoma basocelular (o mais comum e também o menos agressivo) e o carcinoma epidermoide.

 

Cuidados com a pele na Campanha Dezembro Laranja

Sobre o assunto, conversamos com o Dr. Mauro Enokihara, Professor Adjunto de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, e Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Dr. Mauro destacou os esforços da Sociedade Brasileira de Dermatologia para combater a câncer de pele. Ele contou no Podcast AsQ, que o objetivo da campanha neste ano, é não descuidar da proteção contra a Covid-19 e também com a pele.

O mote da campanha é “Adicione mais fator de proteção ao seu verão”, e incentiva que a retomada da convivência seja feita com consciência e precaução. Com o avanço da vacinação e a queda no número de infecções por coronavírus, muitas pessoas vão viajar depois de um longo período de distanciamento. E ao querer aproveitar o “tempo perdido”, podem exagerar no sol e descuidar  da proteção contra a Covid, afinal de contas ainda estamos em um período pandêmico.

Dr. Mauro, destaca ainda que o sol é nosso amigo, tomar sol é bom para a saúde, porém usar protetores solares, roupas com fator de proteção, além de não se expor em horários de risco são muito importantes para evitar o câncer de pele. Além das pessoas que vão para praias, atividades ao ar livre ou piscinas, há também o trabalhador que obrigatoriamente precisa se expor ao sol. Como exemplo, estão os agricultores, os carteiros e muitos ambulantes. Esses profissionais também precisam ter consciência do cuidado com a pele.

Outro ponto, que o Dr. Enokihara trouxe, foi o fato de mesmo sendo raro, pode haver casos de câncer de pele em crianças, as vezes por algum fator genético.  Por isso é importante  atenção ao cuidado, ele explica que se você tem algum sintoma, mas não tem a possibilidade de passar como um dermatologista, procure um clínico mas não fique com dúvidas sobre sua saúde.

Sua saúde inclui cuidados com a pele, por isso fique atento e aproveite o melhor do sol. A AsQ promove e incentiva o cuidado através da Atenção Primária a Saúde .

 

Compartilhe esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no skype
Compartilhar no reddit
Compartilhar no pinterest

Assine nossa

Newsletter!

Veja os

Destaques

A enfermagem no cuidado integral à saúde
A enfermagem no cuidado integral à saúde
Cláudia Conserva, Diretora de Gente e Gestão da AsQ
Valorização do Colaborador e as ações da AsQ em Gestão de Pessoas.
AsQ Talks 01- A fórmula do sucesso do Grupo Boticário na gestão de saúde do colaborador
Grupo Boticário na gestão de saúde do colaborador - AsQ Talks 01

Siga-nos nas

Redes!